Blog

Custo final de produtos importados

Definir o custo final de produtos importados pode não ser tarefa simples. Principalmente se você considerar a importância de cobrar um valor justo para o consumidor. Porém, que também cubra os investimentos com a importação e dê lucro para a sua empresa. Pensando nisso, separamos 4 dicas para te ajudar a precificar seus produtos adquiridos no exterior:

 

1) Considere os gastos com fretes, seguros e impostosCusto final de produtos importados

Se, por um lado, você não vai ter custos de fabricação. Por outro, uma boa parte do valor que você deve cobrar pelo produto terá como base suas despesas. Por exemplo, compra junto ao fabricante internacional, fretes, seguros, taxas e impostos do país de origem e do próprio Brasil. Portanto, conhecer os impostos aplicados sobre o tipo de produto que você está importando é fundamental. Todavia, não esqueça que todos esses valores devem ser convertidos para o real. Afinal, essa é a moeda em que será cobrado o produto do consumidor final.

 

2) Considere os regimes aduaneiros especiais

Os regimes aduaneiros especiais são operações do comércio exterior em que as importações gozam de benefícios fiscais como isenção, suspensão parcial ou total de tributos incidentes. Estes estão regulamentos nos artigos 307 a 503 do Regulamento Aduaneiro – RA. É importante consultar se o produto que você está importando se adequa a uma dessas operações. Pois, em caso positivo, será um tributo a menos a ser considerado na hora de precificar seu produto.

 

3) Projete os custos com garantia e assistência técnica

Muitos consumidores ficam receosos na hora de comprar produtos importados justamente pela falta de garantia em caso de defeitos de uso ou fabricação. Por isso, dependendo do produto que você importar, a oferta de garantia e assistência técnica pode ser decisiva para o sucesso ou fracasso das vendas. Pensando nisso, você deve projetar os eventuais gastos caso o cliente acione a garantia dentro de um prazo de validade determinado.

 

 

4) Defina seu público-alvo

Conhecer seu comprador final também é muito importante na hora de definir o preço do seu produto, pois o poder aquisitivo dele vai determinar se sua margem de lucro será menor ou maior. Por exemplo, se o seu produto é exclusivo e diferenciado, você poderá aumentar a margem de lucro sabendo que o número de vendas será menor que o de um produto de menor valor agregado.

 

Custo final de produtos importados

 

Atenção e cuidado nunca são demais ao definir o custo final de produtos importados, pois esta decisão pode ser determinante para o sucesso ou fracasso das suas vendas.

 

E como anda seu processo de importação? Você acha que poderia melhorar de alguma maneira? Fale conosco, temos uma equipe de especialistas pronta para te atender!